Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
ultimo dia de fevereiro

Ora sendo o último dia do mês, que só existe de quatro em quatro anos, seria de registar algo que pudesse ser diferente e que marcasse o dia, o mês e o periodo.

Mas, que tenha notado nada aconteceu.

No campo particular fiquei de cama, com uma luxação no pé.

Não me saiu o euromilhões.



carlos arinto maremoto às 21:45
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008
bisexto

O dia de amanhã só existe de vez em quando. Vamos ver o que é que ele acrescenta ao normal ano em que não existe.

Que histórias tem este dia para contar?



carlos arinto maremoto às 23:05
link do post | comentar | favorito

paula rego

Paula Rego teve, já este ano, dois quadros vendidos em duas leiloeiras inglesas: A Christie´s e a Sotheby´s.

Na primeira foi leiloado o quadro "A Lição" por 596,881 euros. Na segunda o quadro "Uivando" por 740.599 euros.

Estes valores, que impressionam, fazem parte de uma estratégia de valorização da arte, da artista e do mercado especulativo. O dinheiro transacionado vai para a artista? Para a galeria? Para a Leiloeira? Para o detentor do quadro, que vende Património?

Para todos irá um pouco, mas o que me admira é que numa altura em que em Portugal se afirma que o preço do pão vai aumentar 50% se discuta e se valorize a quotação de uma artista portuguesa, como se isso contituisse a nossa razão de viver.

Ela fará o favor de ser nossa amiga. Nós estamos-lhe gratos pelo facto de falar português, mas tal como a Maria João Pires - alguém sabe por onde anda? - que fazemos para valorizar a nossa cultura.

Será que o ministro das produções ficticias já iniciou funçoes?



carlos arinto maremoto às 16:22
link do post | comentar | favorito

100.000

Esta noite o contador deste PAPIRO passou os cem mil visitantes.

Não sei se é muito ou pouco. São cem mil e não se fala mais nisso.



carlos arinto maremoto às 08:22
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008
winehouse

A cantora sensação do momento, com presença garantida no rock in Rio - que como se sabe não é no Rio, mas em Lisboa - e isto se não morrer até lá... é a senhora tatuada Vinho lá de casa, ou casa do vinho, ou qualquer coisa assim parecido.

Vou ao you tube espreitar para ver se fico fãn. Quem me quiser convencer a aderir a este tipo de cantadeira drogada, com muitas desintoxicações pelo meio, faça o favor de se esforçar por me convencer, mas não me parece que seja um icone, nem uma musica + letra+ assunto para ficar para a eternidade.

Nem o penteado.



carlos arinto maremoto às 17:35
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008
sedes

«Sente-se hoje na sociedade portuguesa um mal-estar difuso, que alastra e mina a confiança essencial à coesão nacional...

documento da SEDES que entre outras coisas diz que a comparação entre os

problemas relacionados com bolas de Berlim, colheres de pau, ou similares e os decorrentes da criminalidade violenta ou da circulação rodoviária é ( disforme) com o zelo que o Estado visivelmente lhes dedicou. [...] O mal-estar e a degradação da confiança, a espiral descendente em que o regime parece ter mergulhado, têm como consequência inevitável o seu bloqueamento. E se essa espiral descendente continuar, emergirá, mais cedo ou mais tarde, uma crise social de contornos difíceis de prever.

Pois bem, o mal estar é difuso, e os contornos da crise social são dificeis de prever

Não se percebe porque é que a comunicação social deu tanto destaque a este conjunto de disparates, que no fundo dizem coisa nenhuma.



carlos arinto maremoto às 21:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008
cuba

Claro que eu devo ser muito estúpido para não perceber a diferença entre Fidel de Castro e Raul de Castro. Mas continuo a achar que está tudo na mesma.

Aquela de os jornalistas e comentadores pensarem que com Raul pode haver uma abertura politica faz-me lembrar de Marcelo Caetano, não sei porquê! Esquisito! Uma coisa não tem nada a ver com a outra!

 



carlos arinto maremoto às 09:23
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

olivença
Vai ser apresentada, no próximo dia 28 de Fevereiro, às 18h30m, no Palácio das Necessidades (Instituto Diplomático - MNE, Largo do Rilvas, Lisboa), o livro «Olivença e Juromenha - uma história por contar», da Prof. Ana Paula Fitas, sua tese de Doutoramento.
A apresentação do livro será feita pelo Professor Doutor Armando Marques Guedes e pelo General Loureiro dos Santos
 
Uma iniciativa importante para melhor perceber a chamada "questão de Olivença".


carlos arinto maremoto às 09:07
link do post | comentar | favorito

Domingo, 24 de Fevereiro de 2008
era da pide?

Se hoje existisse aquele humor simples e brejeiro que o Raúl Sonado popularizou com a "Ida à guerra" (creio que era assim que se chamava) de outros tempos, dir-se-ia - a propósito da manifestação dos professores, no Porto - que os senhores agentes da autoridade (não se sabe bem o que isto significa, mas...) eram pides fardados, com ar de imbecis a cumprir ordens de outros mais imbecis e responsáveis, que - mais ou menos por esta altura - discursavam em Lisboa, numa coisa qualquer que falava de "fronteiras".

O episódio conta-se em duas penadas.

1- Os professores reunem-se na rua para protestarem contra medidas da sua profissão, três deles falam para as televisões, dizendo porque é que estão ali.

2- Agentes da PSP fardados chegam e identificam os que falaram para as televisões, alegando que não sabiam como poderiam fazer diferentes, uma vez que a reunião/manifestação não estava autorizada e aqueles eram os visiveis.

Pergunta-se: isto das manifestações autorizadas é bonito, mas ...onde fica o direito à indignação?

Ser policia é dificil. Então tem de se regressar ao quartel com nomes e moradas dos meliantes, não é? Quais são os meliantes? Como distinguir os meliantes dos outros? A opção "os que falam para os jornalistas" é um critério?

Em Lisboa, naquela coisa das fronteiras - não tem nada a ver com o Kosovo - ficou provado que o maior mentiroso é aquele que chama mentiroso aos outros, como diriam os muidos lá do Liceu. Então o senhor professor fez os projectos das casa rurais - feias, horrorosas e estúpidas em termos de arquitectura - ou são "apenas" da sua responsabilidade? Olhe que quer num caso, quer noutro são uma boa bosta paisagistica e de qualidade duvidosa.

Mas, também tudo tinha coneçado com aquele prédio enorme no meio da Covilhã, não é???!!!por isso ... mais mamarracho, menos identificação dos professores, mais fronteira, menos emprego, vai tudo dar no mesmo, é preciso é cuidar da imagem.

 



carlos arinto maremoto às 10:25
link do post | comentar | favorito

Sábado, 23 de Fevereiro de 2008
àgua do capote

Dizem que o ministro do ambiente andou a "sacudir a àgua do capote" quando disse que os culpados das cheias eram as autarquias, por não terem mandado limpar os leitos de drenagem, ou por terem autorizado a construção de casas, em locais de passagem de ribeiros ou escoadouros de água, em dias de muita chuva.

Estas vieram dizer que a limpeza dos leitos dos rios são da exclusiva responsabilidade do Poder Central.

Criou-se assim uma mini guerra de acusações sem quaisquer resultados práticos. Três pessoas morreram , duas delas na ribeira do Jamor, na zona de Belas, aqui junto à cidade de Lisboa. Basta passar por lá para ver o estado de degradação do leito desta ribeira e dos muros - quando existem - na sua margem.

Este sábado, voltou a chuver e a ficar tudo inumdado. Muitos acidentes de automoveis, como é da praxe. Muita infilçtração nas casas, cuja construção de fraca qualidade é notória, um pouco por toda a parte.

Não há capote que resista a tanta água.

 

Já agora, uma chamada de atenção para a nova "comunicação social" aquela que é feita pelos cidadãos, com telemóveis, com máquinas de fotografar e de filmar, na net. A informação certinha - editada, dizem eles - não tem o sangue, o pulsar e a garra desta informação espontãnea e selvagem.



carlos arinto maremoto às 16:52
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008
Costa deve e não paga?

Porque é que os credoresda Camara Municipal de Lisboa não podem mandar penhorar, electronicamente, o vencimento do Presidente e dos vereadores?

E porque é que não podem penhorar o Património da autarquia?

E porque é que não podem passar, electronicamente, à fase executiva?

 

Marcelo Rebeleo de Sousa e as outras vedetas todas a ajudar a Camara, que bonito...tudo à borla, ou será que é para aumentar o valor da dívida?



carlos arinto maremoto às 15:39
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008
alvito

Em Fevereiro de 2007 a Câmara Municipal de Alvito deu início ao evento “As Ervas da Baronia”, Ciclo Gastronómico desenvolvido em três épocas do ano. Esta iniciativa teve por base algumas das ervas utilizadas na gastronomia alentejana, de acordo com os ditames da natureza, em cada época do ano, e colocou à disposição dos “provadores” toda a riqueza do sabor do campo, através da degustação de pratos confeccionados à base de espargos, catacuzes, carrasquinhas, beldroegas, coentros, hortelãs e outras ervas aromáticas. Esta iniciativa, apoiada pela Região de Turismo Planície Dourada, foi muito positiva, nomeadamente para todos os restaurantes aderentes, e volta agora em Fevereiro de 2008, com a primeira semana do Ciclo Gastronómico, dedicada precisamente aos Espargos, Catacuzes e Carrasquinhas. Entre 18 e 24 de Fevereiro, os restaurantes aderentes do concelho de Alvito (“O Feio” em Alvito, “Avenida”, “Bica Nova”, “O Camões” e “O Casão” em Vila Nova da Baronia), irão confeccionar pratos em que estas ervas são a riqueza maior, que queremos valorizar e promover.



carlos arinto maremoto às 11:38
link do post | comentar | favorito

empréstimos

O Tribunal de Contas recusou o empréstimo pedido pela Camara Municipal de Lisboa " para pagar dívidas".

É como se fossemos, qualquer um de nós... durante anos gasta-se à tripa forra, sem olhar a despesas, depois, com a corda na garganta vai-se ao Banco pedir um empréstimo para pagar as dívidas.

E claro o TC pergunta: "então e como é que vão pagar?"

Patética a declaração de António Costa a dizer para os fornecedores "meus senhores tenham calma, eu pago, não sei como, mas eu pago" como qualquer gerente de empresa falida que por este país existe.

E é por isto que este País está nas lounas, enquanto a Banca - que não é routa - teve lucros na caso dos muitos milhões de euros.

Em contrapartida a Somague foi multada por financiar o PSD.



carlos arinto maremoto às 08:25
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008
toma laranjinha

"""Vem, mais uma vez, a talhe de foice referir aos meus leitores que não há candidaturas a primeiro-ministro, pela singela razão de que, de acordo com a constituição da república e de facto, não há eleições para primeiro-ministro. Em Portugal, o governo não é eleito. Assim, se o Sócrates – ou qualquer outro imbecil – se candidatasse a primeiro-ministro, candidatava-se a "porra nenhuma". A maioria dos portugueses não sabe isto e está convencida do contrário. Portanto, a maioria dos portugueses não sabe votar. """

(da cronica de hoje do Dr. Rogério Barroso)



carlos arinto maremoto às 17:30
link do post | comentar | favorito

Domingo, 17 de Fevereiro de 2008
coisas diversas

Ao passar por Grandola, descobnri uma polémica entre o PCP local e a Camara Ps. Esta tinha decidido desalojar o PCP da sede que tinha arrendada ao municipio, por cerca de dez euros mensais, num palacete que já havia sido sede da autarquia e cadeia (não sei se por esta ordem, ou pela inversa). A vila encontrava-se cheia de cartazes acusando o autarca reinante de falta de dignidade, mas lendo comunicados e noticias de jornal local, não se percebia qual era a questão de fundo: se o baixo valor da renda, se as condições de degradação do edificio em local nobre da vila, se a não existência de um outro local - oferecido - ao Partido.

Da parte da autarquia também não se percebia muito bem qual o fundamento para a decisão, embora o argumento de que o espaço arrendado ao PCP faz falta à vila para a "coisa pública" seja tónica argumentativa.

No geral fica-se com a ideia de luta de comadres. De luta partidária. De choque entre galos em capoeira apertada.

 

Por Lisboa um conjunto de professores andou a vaiar o PM à porta do PS. Entre a central sindical que não é do PCP, mas que ontem teve o seu congresso, e a Fenprof, e os jornalistas que estavam lá todos à espera do PM, e este que ficou irritado com a mediatização do "descontentamento", dpois de ter corrido tão bem a inauguração do tunel do Rossio, da parte da manhã, ficou-se com a ideia de que.... não se percebe a intenção deste tipo de protestos, nem dos jornalistas que os amplificam. Nem das razões dos protestos, nem das declarações do PM, ... ele sabe quem são, ao que vêm, porque estão ali, o que querem..de que partido são, o que os motiva, etc. etc.     Então e depois!!!?



carlos arinto maremoto às 10:19
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008
histórias actuais

Antigamente contavam-se história de "faz-de-conta" para os miudos adormecerem melhor. Foi, talvez, assim que nasceram os livros infantis, em que a realidade é suavizada e os maus levam sempre castigo. Contos leves, bonitos, moralizantes e de ensinamentos.

Hoje, já não há livros infantis. Mas temos os discursos do senhor Primeiro Ministro e dos membros do Governo. Eles falam de um País, que deve existir algures, em sonhos, lá onde os reis, os principes e as princesas existem... em que o desemprego está a diminuir e os indices de crescimento da economia, sempre a crescerem.

Aproveito, para transcrever este texto da nova ficção juvenil:

 

 

 - Dona Fernanda, então por aqui? Agora me lembro, ainda não lhe dei os parabéns pelo seu homem. Vi-o no concurso da televisão. Que honra! Muitos parabéns! Fiquei orgulhosa como se fosse meu!

- É verdade, dona Cátia. Estamos muito contentes. Foi muito bom, até para compensar a desgraça da minha irmã. Não sabe? Imagine que o marido dela é administrador de um banco.

- Não me diga! Que vergonha! Mas qual? Daquele criminoso, o BCP?

- Olhe nem sei bem. Mas aquilo é tudo a mesma gente. Coitada da minha irmã, anda muito ralada! Felizmente que o amante está muito bem. Era segurança num bar, mas agora conseguiu ficar dado como deficiente por causa de uma sova que levou e o subsídio é excelente.

- Ainda bem! Que sorte! Olhe, essa sorte não tenho eu. Ando muito preocupada com o meu sobrinho. Não, não é com o homossexual. Não, esse está óptimo. Foi ao estrangeiro casar com o amigo e agora até estão a pensar adoptar uma criança por lá. O que me preocupa é o outro, o Zé. Tem um restaurante, imagine. Um restaurante de luxo.

- Ai, coitado! Em que se havia de meter! E tem tido muitas queixas?

- Pois. Calcule que nem sequer usava sabão líquido nas casas de banho e os exaustores são de baixa extracção. Estou com medo que mais cedo ou mais tarde acabe na cadeia, pobrezinho!

- Compreendo, compreendo. As ralações que temos! E então o que é que a traz por cá? Eu vou agora ali à direcção da escola queixar-me. Veja lá que a minha filha me disse que lá na escola não há máquinas de distribuição de preservativos na casa de banho das raparigas. Só na dos rapazes. Não é uma vergonha?

- Um escândalo. Depois se há problemas a culpa é dos pequenos! Eu também tenho de lá ir mas, infelizmente, é derivado ao comportamento do meu Ronaldinho.

- Não me diga que ainda é por causa da gravidez?

- Não, que ideia. Isso está tudo resolvido. Eles os dois trataram a questão com muito bom senso. Nem pareciam ter 13 anos! O aborto correu muito bem e o meu rapaz até já arranjou outra namorada bastante mais velha. Não, o que me preocupa é aquele grupo com que ele anda.

- Qual? A banda de rock satânico? Oh, minha amiga não se apoquente com isso. Nós lá em casa até dissemos ao nosso rapaz para criar uma. Antes isso que andar pelos ATL da paróquia com aqueles beatos a meter patranhas na cabeças dos miúdos. Na banda é muito mais seguro e saudável. Não só é artístico, como abre horizontes e um dia, quem sabe... Olhe, não me preocuparia nada com isso.

- Não, não é isso. Nós também estamos muito satisfeitos por ele andar com a banda. É um excelente meio de educação. Ao princípio ainda me chocavam um bocado as letras das canções, a falar de suicídio e sangue, mas agora até acho graça. Rapazes são rapazes, não é? Não, é muito pior. Ele também anda metido em coisas mesmo graves com aquele outro grupo clandestino. Já ouviu falar, não? Aquele grupo de fumadores que no outro dia até apareceu no jornal por um deles fumar dentro do metro.

- Que horror! O seu filho fuma? Mas isso faz imenso mal à saúde e polui o ambiente. Então ele não pensa no aquecimento global? Esta juventude está perdida!

- Eu sei, eu sei! Tentámos tudo para o afastar do vício, mas nada. O meu marido até quis ver se o interessava em blogs pornográficos, chats neonazis e outras coisas que fossem também um bocadinho subversivas e clandestinas mas não fizessem tanto mal. Mas nada! Ele não larga o cigarro! A culpa é do meu homem e eu já lhe disse. Imagine que quando o miúdo era pequeno lhe dava pistolas e outros brinquedos de violência. Claro que tinha de ter esta consequência, não era?

- Que horror! Imagino como anda apoquentada. E nos estudos, que tal anda ele? Os meus antigamente era um castigo. Davam muitos erros de ortografia mas isso agora, com este novo programa para o insucesso escolar, deixou de criar problemas porque já não conta. E, mesmo na Matemática, o que interessa é a criatividade dos miúdos. Se os professores explicam mal que culpa têm os pequenos?

- Eu digo o mesmo. Se eles depois acabam todos no desemprego, ao menos gozem a juventude.




carlos arinto maremoto às 15:48
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008
dia do quê?

Essa de hoje ser dia dos namorados não lembra nem ao diabo.

No Correio da Manhã vem uma noticia de um verdadeiro namorado, essa sim, de um verdadeiro namorado apaixonado. Diz assim:

-"Descoberto cadáver de homem que se suicidou à uma semana, porque a mulher tinha fugido de casa, porque ele, marido, de vez em quando lhe batia". Além do cheiro, os vizinhos encontraram cartas com os motivos do suicidio - forte depressão - e um testamento: o ex-marido e autor confesso de violência doméstica, agora cadáver, deixa à sua ex-mulher cinco milhões de euros.

Isto sim é amor!!!



carlos arinto maremoto às 10:30
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008
lethes

Lethes, claro, vou ali à Lethes e já venho. Será só no Allgarve? - Ah, não!! Foi em Ponte de Lima! ?

Ana Jorge, Ana Jorge... até quando vai durar esse sorrisinho complacente para os jornalistas.?

Mas, ok Lethes!



carlos arinto maremoto às 20:40
link do post | comentar | favorito

adoptivo?

Não deixo de me surpreender: O Major Reinado tinha um" pai adoptivo".

Pois, percebo, perfeitamente o conceito, mas o que é que isto quererá dizer?



carlos arinto maremoto às 09:11
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008
quem escreveu o guião de Timor?

O Gatos Fedorentos não teriam feito melhor:

- O lider dos revoltosos morre uma hora antes de Ramos Horta ter sido alvejado.

- Acabou-se o reinado do majro Reinado?

  (como é que o Major Reinado morre, quem continua a revolta?)

- Os revoltosos procuram o Presidente que estava armado em Sócrates, a fazer jogging.

  (Este regressa a casa sem que ninguém da sua segurança o impessa e é o próprio que pede socorro, depois de atingido.)

- Assaltam o carro do PM - o tal Xanana que tendo perdido as eleições governa - mas só atinguem os pneus.

- Entre o primeiro tiroteiro e o segundo, passou uma hora e nada aconteceu.

  Ramos Horta era o único "amigo" de Reinado. Porquê este ataque?

 

- Ana Gomes já disse que isto assim não pode ser.



carlos arinto maremoto às 22:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

contador
MAREMOTO
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


textos recentes

27

Ida ao supermercado

as arvores

Champagne

Gafanhoto

concertinas

Memória

suão

Projecto

actualização de imagem

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
alô planeta terra

localizador ip
hora de inverno
hora de verão
contador
a partir de:
28.03.2010