Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Sexta-feira, 7 de Julho de 2006
no algarve

Cavaco apela aos Presidentes de Câmara para resistam às pressões dos construtores civis, em reunião que manteve hoje em faro.

1- Os presidentes das Câmaras são os primeiros interessados em fomentar a construção nas áreas dos seus municípios , por causa dos rendimentos dai decorrentes.

2- Muitos dos autarcas, vereadores ou deputados municipais são construtores civis (ou já foram ou estão ligados por laços familiares ou de compadrio) com interesses nos concelhos, não só a construção mas todas as actividades associadas.

Para quê mascarar a realidade?



carlos arinto maremoto às 18:47
link do post | comentar | favorito

clientes


carlos arinto maremoto às 16:28
link do post | comentar | favorito

desvarios

Então o record diz que Scolari vai abandonar a selecção. Gilberto Madail desmente.

O avião que transportou a selecção foi "desviado" para duzentos quilómetros do seu destino, devido a mau tempo na zona.

Uma noticia no "Correio da Manhã" diz que Portugal perdeu com a França, "por causa da Maçonaria".

Um foguete lançado numa festa de aniversário, em Fojo-Lobal , Ponte de Lima, explodiu na cabeça do respectivo Presidente da Junta.

Um avião russo Brief 200 avariou um dos motores, rasando as copas das árvores , perto de Santa Comba Dão, na Barragem da Agueira , largando o combustível que transportava para ganhar altitude. O acidente esteve eminente, mas consegui regressar.

Cristiano Ronaldo, o segundo melhor do Mundo para FIFA, quando ainda decorre o Mundial e primeiro e segundo se irão defrontar no jogo de amanhã Portugal-Alemanha.



carlos arinto maremoto às 15:11
link do post | comentar | favorito

recordar

Onde estão estes jogadores. Que fazem hoje, de que vivem, quantos já morreram ou estão abandonados. José Torres, por exemplo, porque não se fala dele?



carlos arinto maremoto às 07:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

matinal

Acordo com as primeiras luzes que se estendem, fazendo a manhã. Acordo com os ventos que, sendo os mesmos, estão mais frescos e com um vigor mais acentuado que ontem. Acordo com a alteração dos barulhos e um sobressalto de admiração pelas manifestações de vida que se pressentem. Acordo pensando que poderia ter morrido, mas não morri.

A luz traz-me sempre sentimentos de dor e de aflição. Penso naqueles que já não vêm o nascer do sol. Naqueles para quem "o mundo acabou". Naqueles que vão fazendo o apocalipse e o "reino dos céus" desaparecendo do nosso convívio .

Penso que a vida é uma dádiva que temos de agradecer, mas também que viver é uma roleta russa sem sentido ou objectivos diferentes da mutação biológica. E isso causa-me dor e um sofrimento inexplicável. A mesma dor do primeiro nascimento, o mesmo choque do contacto com a realidade, após a gestação uterina de todos os seres que nascem.

Como será depois, no fim, quando o ciclo se completar? Como será o regresso ao vazio, ao nada, ao cosmos da evolução? Porque temos de ter "consciência" do que somos e de onde estamos? Porque queremos sempre o "impossível " e o irrealizável ?

Na beleza de um novo dia existe uma tristeza profunda. Uma ausência de objectivos que me deixa triste. Olho a luz e o sol de frente e resisto!



carlos arinto maremoto às 06:49
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 6 de Julho de 2006
Braga
Em 2003 "foram feitos pagamentos ilegais no valor de três milhões de euros" - diz o Tribunal de Contas - para a construção do Estádio de Futebol local. Mesquita Machado, o Presidente da Cãmara de Braga recusa a ilegalidade, admitindo que possam existir "irregularidades" na forma de contabilizar os contratos e as contas.


carlos arinto maremoto às 19:00
link do post | comentar | favorito

afonso

As noticias diziam que o tumulo de D.Afonso Henriques ia ser aberto hoje "por um grupo de cientistas para desvendar os mistérios que ainda envolvem o Primeiro Rei de Portugal". Outras noticias, dizem que essa abertura, não se realizou por falta de uma autorização dirigida à Ministra da Cultura (simplex , não? quantas autorizações terão já sido solicitadas e concedidas? - a noticia não diz)

Mas o que as noticias não dizem é que "investigação" é esta? Que mistérios se quererão desvendar? E eu gostava de saber! Peso, altura, idade em que morreu, causa da morte? O que vestia, o que tinha comido, qual a sua fisionomia possível , se teve doenças? Poderão até nem ser mistérios, mas que a investigação é interessante, lá isso é. 



carlos arinto maremoto às 18:50
link do post | comentar | favorito

day after

Bem meus amigos, agora que não há carros a apitarem nas ruas, é tempo de recolher as bandeiras e começar a fazer a mochila para ir para um local - qualquer - sossegado, sem a necessidade de ouvir, ler e ver os comentários ( que inevitavelmente aí virão) sobre o que poderia ter sido se...

Vamos regressar ao País cinzento e desocupado que temos sido? Vamos continuar a ler as páginas do "crime" e da necrologia no Correio da Manhã? Vamos continuar a jogar no euromilhões? por favor poupem-nos aos "estágios" e aos preparativos do inicio de mais um campeonato doméstico.

Poderemos ter agora conversas interessantes? Pensamentos construtivos? Acções consequentes? Estamos a meio do ano: existe algum livro para ler? O mar continuará salgado? O calor que este ano "não aperta" é sinal de algum "arrefecimento" da nossa vida comunitária e individual? poderão "os tempos" estarem a mudar?

Segue-se um período de intervalo!



carlos arinto maremoto às 07:07
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 5 de Julho de 2006
perdeu
A selecção de Portugal perdeu o jogo com a França, mas não perdeu a dignidade. Jogou bem. Esteve capaz. Faltou a marcação. O futebol também é isto.


carlos arinto maremoto às 21:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Ronda do dia

Nada se mexe. O País aguarda pelo jogo das meias finais, daqui a pouco.

A atitude é estar parado, embora dizendo que se está em movimento. Observo dois medievalismos : 1 -ontem na estrada, pessoas a caminho de Fátima, com bastões e coletes reflectores ( não tenho nada contra as peregrinações , mas sou de opinião de que devem-se fazer por caminhos rurais, longe dos tráfegos e dos cafés e restaurantes - devem ser caminhadas espirituais, o mais isoladas possíveis e não um "galope" ao longo das vias de circulação rodoviária) 2- e a decisão de um Tribunal de condenar -médicos, enfermeiras e utentes - pela pratica de aborto. Absurdo e trágico!

Hoje a noticia radiofónica com alguma expressão era o regresso de Santana Lopes ao Parlamento e a aprovação, do dito Parlamento, em reenviar a Lei da paridade para a Presidência da Republica, após aprovação de algumas alterações. Uma Lei que não vai servir para coisa nenhuma, além de arranjar lugares para mais uns familiares. Primeiro escolhem-se os homens e depois metem-se as mulheres. Ou, ao contrário, primeiro faz-se meia lista com mulheres, depois completa-se com homens. Certo? Que tal discutir e exigir capacidades, iniciativa e poder de intervenção em vez de sexo?

Ouvi um senhor chamado Vera Jardim, que agora é provedor de não sei o quê, aconselhar as pessoas que estão a pensar ir de férias em se esclarecerem "muito bem" sobre as condições das viagens e dos hotéis e dos serviços comprados. Isso também eu digo e não sou provedor de coisa alguma. Parece que há pessoas que quando vão para comprar um bilhete de avião para amanhã e lhe dizem que "já não há" se queixam a esse tal Procurador. Quero um emprego assim: a resposta é " tem de planear as suas viagens com maior antecedência"!

Estes são os factos do dia!

De resto estamos muito contentes por termos futebol e em muitos locais preparam-se sardinhadas, cerveja e vinho para assistir ao jogo. Trabalho? Não ouvi falar de nada! Será que somos ricos, será que a vitória da selecção nacional é suficiente para colocar o País a mexer?

I hope so! Ou em português: Oxalá!



carlos arinto maremoto às 19:35
link do post | comentar | favorito

hoje...

Hoje não haverá nada para dizer até ao jogo das vinte horas. Mesmo que haja, ninguém irá ouvir. O problema será quando se receber a conta para pagar!



carlos arinto maremoto às 06:07
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Julho de 2006
caricatura
  o que os ingleses não fazem para nos chatear. Tomem! Ganhámos, não ganhámos?


carlos arinto maremoto às 19:38
link do post | comentar | favorito

ainda a inglaterra

A pior imagem sobre o jogo com a Inglaterra. Mau gosto e parvoice.



carlos arinto maremoto às 18:35
link do post | comentar | favorito

diário
O Diário da Republica electrónico.


carlos arinto maremoto às 18:12
link do post | comentar | favorito

livros

Parece que existem umas máquinas, em Paris, colocadas em estações de metro, para vender livros, assim como já existem em Portugal máquinas para alugar filmes em dvd. A vantagem é poder-se alugar um filme, ou comprar um livro, a qualquer hora do dia ou da noite, sem necessidade de um funcionário a "manter aberta a porta do estabelecimento".

Sendo uma ideia "lógica" no seguimento da automatização dos sistemas de satisfação das necessidades básicas de um consumidor, não me parece que este tipo de negócio tenha futuro -em termos de rentabilização económica autónoma- em Portugal. Poderá, associado a grupos económicos, ser uma extensão da sua actividade ( uma diversificação, uma margem de rendimento complementar) mas nunca viver por si só, sustentando um investidor.

O livro de viagem, como existe nos aeroportos, estações de caminho de  ferro e camionagens, cria espaço para este tipo de iniciativas, mas não estou a ver a massificação de "meter a moeda e tirar um livro" como quem retira uma bebida ou uma sandes de atum e maionese. Embora Paris, seja uma capital diferente das outras, no que toca a leitura. Em Paris, não vemos as pessoas a andar de metro ou comboio a olhar para o parceiro da frente, com ar bovino, toda a gente leva um livro que vai lendo. Existe um gosto pela leitura, que se faz enquanto se espera, emquanto se viaja ou nos tempos de uma pausa, nem café.



carlos arinto maremoto às 08:41
link do post | comentar | favorito

parabens
Ao bloguitica pelo seu terceiro aniversário na blogosfera. Três anos é muito tempo.Continuação!


carlos arinto maremoto às 07:17
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 3 de Julho de 2006
penalties
Do Portugal-Inglaterra, para ver e recordar aqui .


carlos arinto maremoto às 18:31
link do post | comentar | favorito

mixed

Isto de ser ministro das Forças Armadas, ou ministro dos Negócios estrangeiros, ou ministro de outra coisa qualquer é tudo o mesmo. Toma-se posse, assina-se o compromisso de lealdade e depois é só cumprir o programa do governo. Nada exige uma formação ou experiência especifica. Os assessores, os secretários de Estado e a legião de funcionários é que trabalham e estão lá para dizerem ao ministro aquilo que ele deve dizer aos portugueses.

Será assim?

Santana Lopes regressa ao Parlamento. Então ali nem é preciso dizer seja o que for, os que já lá estão, tratam de tudo.



carlos arinto maremoto às 15:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

pessimismo

Os portugueses estão pessimistas quanto à evolução da economia portuguesa. Diz um estudo hoje divulgado. A situação vai piorar? Pois vai!



carlos arinto maremoto às 10:57
link do post | comentar | favorito

marcelo

Ontem vi "as escolhas de Marcelo" na RTP 1, que já não via à muito tempo.

Fiquei a pensar que isto de termos um comentador na Alemanha, a tempo inteiro, é fino, chique e disparatado, pois, ontem era domingo e o jogo é só na quarta, e ou o "professor" já não dá aulas, ou não tem mais nada para fazer ou ganha muito bem para ser comentador desportivo. Mas estar a comentar politica nacional, da Alemanha para Portugal dá um estatuto muito "in", muito jet set, lá isso dá.

Gostei da desculpabilização da "arruaça" do senhor Fernando Ruas: " ele desculpou-se a dizer que podia ter utilizado outra expressão mais suave, "prontos", está desculpado". Não senhor professor. Ele - o autarca Fernando Ruas - teria que fazer melhor. Que tal pedir desculpa, alegando que estava um pouco nervoso, que não mediu bem as palavras e as suas consequências, que exegerou e que se excedeu. Que tal vir dizer que todos cometemos gaffes e que o que disse foi impróprio e inadequado? Agora assim!...não!

Marcelo ao avalizar esta atitude de Fernando Ruas está a dizer: "e porque não?" Afinal umas pedrinhas ou uma coça nos fiscais do ambiente, até que não me parece má ideia. Lamento, mas o que se diz em politica, nunca é simbólico. Ou se é, pior!

Que tal: "vamos esmagar-lhes o crãneo, decepá-los, pendurá-los na àrvore mais alta da zona... bem uns tabefes chegam". Não ouvi ninguém dizer que é preciso respeitar a Lei, que é preciso ter dignidade pelo trabalho de cada um, que é preciso criar um ambiente digno e que isso não é incompatível com desenvolvimento ou modernidade.

E depois aquela coisa de cada um ser detentor de vários cargos e funções e de cada vez que fala ser só por um deles. Então um homem (ou mulher) não são um todo uma só identidade? Como é que se separa o Presidente da Camara de Viseu do Presidente da Associação nacional de Municipios? Tem um semáforo na testa?



carlos arinto maremoto às 07:22
link do post | comentar | favorito

MAREMOTO
pesquisar
 
Setembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


24
25
26

27
28
29
30


textos recentes

Escrever

adiado

Não adianta ignorar

fantasias de fim de verão...

Noites perfeitas

Sem-abrigo

Curioso, disse ela!

Semáforo

Mutação

Retrato

arquivos

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

favoritos

Despertar

Morrer algum dia

links
a partir de:
28.03.2010