Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Sábado, 26 de Outubro de 2019
os tempos

Um conjunto de estranhos bárbaros

Chegaram hoje a Lisboa.

São novos seres que despontam

Envoltos na fuligem do diferente

Convencidos que são gente.

O velho teatro abre-se para eles

E estes, extasiados, sentem-se imunes

Malditos, adorados e convencidos

Que são a fonte de águas milagrosas

Que nos gotejos se ira tornar caudalosa.

A sessão começa. Cai o pano!

Nunca mais se ouviu falar de coisa assim.



carlos arinto maremoto às 19:02
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
livraria do mondego

pedra cruz.jpg

Um muro com pedras abre caminhos

O xisto lançado ao céu

Em formações geológicas antigas

Faz-nos mendigos

livraria do mondego.jpg

Somos o cinzel de nós próprios.



carlos arinto maremoto às 11:16
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
filho

o teu olhar

a preto e branco

Longe -

na fotografia,

Não se sabe bem

onde? -

tira-me

a

angustia,

o

medo,

a

ansiedade,

e

o

terror

de te perder.

Porque,

nesse teu olhar

o azul

volta a ficar

azul

em tons de preto

e branco

como um

firmamento

Em tons de graveto

e solfejo de amor.

 



carlos arinto maremoto às 21:00
link do post | comentar | favorito

Domingo, 20 de Outubro de 2019
Hoje é dia

Todos os dias são os meus dias.

Não, o ontem, o hoje ou talvez o amanhã.

O meu dia é o agora, o sempre

A luz com sombras por onde namoro

(toda a luz tem sombras,

As nuvens estão lá para isso)

O caminho que trilho: umas vezes por aqui

Outras por ali. Onde der mais jeito!

Os sentimentos que uso para me alimentar

Sonhar, respirar ter vontade de mudar

Ou deixar que tudo continue na mesma,

Que o eterno já vem de longe.

O meu dia é hoje.

Vou celebrar com a dignidade dos velhos

Com a serenidade dos antigos

Com a amoção e o desejo de muitas lutas,

Conquistas e desejos de todos os novos.

Não sei se com poesia, musica, pintura

Canto, ou retiro espiritual.

Sei que será verdadeiro e total.

 

Hoje é dia.

Porque o dia também tem noite

( Repara como é bela a estrada

Transfigurada pelo luar,

Com recantos, armadilhas 

poços negros e adversidades -

mesmo que não queiras,

esles estão lá

para serem vencidos - 

Hoje é dia.

De dizer: Obrigado!

Por este dia.



carlos arinto maremoto às 11:14
link do post | comentar | favorito

Sábado, 19 de Outubro de 2019
a vida é bela

Era um optimista.

Tudo era alegria, contentamento

Amor, felicidade

Era anti-depressivo

Nada o afetava, via sempre o lado bom

da intrusão, da violência,

Da imoralidade, da injustiça

A vida é mesmo assim - dizia

O sol e a lua

Os pássaros e as azinhagas

Os rios caudalosos

As mulheres bonitas de se ver.

Era optimista

Gostava de todas as experiências

De todos os tropeções que a vida dá

Nunca se queixou.

Quando morreu

Porque tanto gostou,

Quiz repetir a experiência.

 

Não sei se conseguiu.

Nunca mais o vi.



carlos arinto maremoto às 10:26
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019
ritmo helicoidal


Não tenho como explicar. Quando chegámos ao céu (que alguns reclamam ser “o paraíso”) não estava lá ninguém. Ficámos surpreendidos, claro, é suposto ser um lugar com muita gente, muitas gerações de “boas pessoas” e outros tanto equivalentes. Poderiam ter saído para alguma missão, ou passeio geriátrico, poderiam, simplesmente, estar de folga, mas, não…era apenas um lugar sem cor, deserto, sem rasto de vivalma ou sequer ser que tivesse sido.

Duetos com João Dódio (exerto)

carlos.arinto.4.jpg

 



carlos arinto maremoto às 18:36
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 15 de Outubro de 2019
poema para minha mãe

Ser àrvore ou ser pássaro

Durmo nos teus braços

Tudo e nada me tráz aqui. 

Quero silêncio. Apenas silêncio.

Sei que estás aí!

 



carlos arinto maremoto às 12:13
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 4 de Outubro de 2019
contos e mais contos

além.jpg

Um conjunto de contos sobre um tema comum.

Carlos Arinto, Ana paula Barbosa, Manuel Mendonça, Suzete Fraga e Jorge Santos são os autores.

além.jpg

 

 

 



carlos arinto maremoto às 13:20
link do post | comentar | favorito

MAREMOTO
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


textos recentes

Coluna de Hércules

A mão que dá

os tempos

livraria do mondego

filho

Hoje é dia

a vida é bela

ritmo helicoidal

poema para minha mãe

contos e mais contos

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
a partir de:
28.03.2010