Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Quinta-feira, 12 de Março de 2020
Barulho

Um barulho cruza o espaço. 

Ar condicionado, 

Avião, camião frigorífico 

Um skate de patins? 

É um barulho subtil

Nada comparado a ambulâncias 

Ou carros de bombeiros, 

Desgarradas de engarrafamentos

Em horas de ponta. 

É um barulho fininho

Quase inaudivel

Como uma gaivota a anunciar

Um tremor de terra, mas sem o grasnar

Do bicho ou a perseguição do falcão. 

Um barulho que se arrasta pelo chão 

Sobe nos ares como uma estatística 

Em compulsão após algo inesperado, 

Penetra-nos pelos ouvidos e vai pelas mãos 

Aos pés e ao coração.

Um barulho mastigado, se tal é possível

Um desabar de rochas um vapor de furna

Um som que... Escutem!... 

Agora parou!

 

Afinal era eu a ler poesia. 



carlos arinto maremoto às 12:47
link do post | comentar | favorito

O medo

Pairando como uma mancha de pólen 

Uma tempestade soprada pelo vento revolto

Atinge todos e levanta espuma contra as hélices, 

A canícula fede. 

 

Nem os sábios ou os abrigados estão imunes

A doença flutua. Paira. Não se destrói e continua

... E um tempo sem razão, acontece! 



carlos arinto maremoto às 08:18
link do post | comentar | favorito

A fronteira

A luz que se escondia contra as janelas fechadas,

porque lá dentro, todos dormiam

Decidiu não atravessar as gelosias

E foi-se embora.

Um simples tapume de canas feito

Alguma, pouca, terra e muita habilidade 

Expulsou a luz que sentindo-se escorraçada

Não voltou.

 

Iniciou-se assim o tempo das trevas

E a escuridão foi só uma. 

E os que dormiam não acordaram

Pois nunca mais houve dia. 

 

 



carlos arinto maremoto às 07:42
link do post | comentar | favorito

MAREMOTO
pesquisar
 
Novembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


textos recentes

Encantado

trintanario

Resgate

Voando numa pernada de ma...

Receita semi erótica

Silêncios de vida

Desvanecimento abrupto

Divergimos

O universo somos nós.

o milagre da fotografia

arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

favoritos

Despertar

Morrer algum dia

links
a partir de:
28.03.2010