Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Segunda-feira, 18 de Maio de 2020
O voo do peixe no açor.

Um peixe de rio apareceu a voar no meu rio açor 

Mas, os peixes não voam, disseste tu. 

Isso é o que tu pensas! no meu rio do açor os peixes voam 

Sobem as águas, saltam, caminham contra a corrente

E deixam-se ver debaixo de um céu estrelado

Por entre fragas e penedos translúcidos 

Em águas frias, em poças elevadas, procurando

(e conseguindo) rumar ao início.

Os peixes das minhas águas doces, em Rio

De montanha, lá onde espreita o açor, o gavião, 

O milhafre e o tartaranhão

Voam e saracoteiam, bailam e volteiam

Semeando vida, nas águas que se agitam

Como lençóis de alva serenata de amantes

Em descida para a Foz, que, aqui é ali, 

Abre os braços em fluvial espraiamento. 

 

Este é o tempo do recomeço. 

Do assoreado mundo da vida

Do esplendor que não pode ser negado.

 

Aqui, onde tudo da água se transborda 

E se transforma. O açor plana abrindo as asas

E o peixe, esperguiça-se, sacudindo o corpo

Formando o salto, ganhando balanço no impulso

Voando os dois: um no alto outro no chão.

 

-Nunca tinha visto!

-Precisas de ter mais atenção! 



carlos arinto maremoto às 22:40
link do post | comentar | favorito

Sem repetição

O passado terá realmente existido?

Onde estava eu quando o passado passou?

Certamente distraído a pensar que o passado

Nunca haveria de passar

E eu ficaria sempre a beber o perfume do teu amor. 

Mas o passado cavalgou, fez-se rebelde, chama

E no algoritmo da vida passou e tudo mudou.

É da natureza. Dirás!

Concordo que viver longamente tem dificuldades

E do tempo que passa, do que passou, 

Tenho saudades. 

Não, que as quisesse voltar a viver. 

(o que passou... Passou) 

Mas porque fico sem a certeza de que tenha sido eu

Quem esteve lá. Quem viveu o que só eu vivi. 

Porque agora sou outro. 

E esse outro começa todos os dias, sem passado

A viver enamorado. 

A procurar passar, futuros passados. 

 



carlos arinto maremoto às 07:22
link do post | comentar | favorito

MAREMOTO
pesquisar
 
Julho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


textos recentes

O funeral da festa das al...

Vida. Adiada

Petisqueira

O calor

As férias na minha rua

As gaivotas, outra vez

Touros de morte

Dia na praia

Triciclo

Submerso

arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
a partir de:
28.03.2010