Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Sexta-feira, 26 de Maio de 2006
farmácias

Excelente a iniciativa do Governo em "liberalizar" os donos das farmácias. (este blog está-se a transformar num apoiante do Eng. .Sócrates ? será?). Realmente porque é que o dono tem de ser um farmacêutico ? Não faz sentido.

Porque é que se fica com a sensação - ouvindo os debates da Assembleia da Republica - de que o líder da oposição mete as mãos pelos pés e sai sempre a perder? Será uma questão de melhor retórica do Eng. . Sócrates, ou uma inabilidade do dr.Marques Mendes? 



carlos arinto maremoto às 11:58
link do post | comentar | favorito

7 comentários:
De a.leitão a 27 de Maio de 2006 às 22:25
São os Lobies, são os Lobies. Essa droga tem que acabar um dia. Será desta? O Socas está a surpreender muita gente incluso cá o man.


De Fernando Vouga a 28 de Maio de 2006 às 21:57
Liberalizar as farmácias é uma medida justa que já deveria ser tomada há mais tempo. Mas é preciso ter cuidado. Uma farmácia não pode ser tratada da mesma forma que uma tasca. Há que garantir condições para um serviço de qualidade, porque está em causa o tratamento de doentes.
Mas é preciso que fique bem claro que o problema do Governo não é bem esse. É entregar a venda de medicamentos aos grandes grupos económicos.
E é o que nos espera, para bem ou para o mal.


De Fernando Vouga a 28 de Maio de 2006 às 21:59
Já agora, a pergunta do costume: Quem é Marques Mendes?


De a.leitão a 28 de Maio de 2006 às 22:21
Uma Farmácia hoje não é o que era e não há muito. Hoje é apenas uma "mercearia" de produtos devidamente "engarrafados" à semelhança do que acontece com os vinhos que como devem saber só é possível a venda em estabelecimentos devidamente "encartados" para tal e denominados Tascas. Quantas Tascas de Remédios, hoje em dia estão de facto habilitadas a fazer manipulados?
A verdadeira razão de ser das Farmácias eram os manipulados e não a "Mercearia" de produtos embalados. O resto é Música.


De a.leitão a 28 de Maio de 2006 às 22:24
Rectificação

As Tascas são os únicos habilitados a "manipular" vinho a granel


De Fernando Vouga a 29 de Maio de 2006 às 19:53
Não sou farmacêutico nem advogado de defesa das farmácias. Mas não acredito que o sector seja formado apenas por vigaristas. Tal como na política, no futebol e na religião, nas farmácias haverá decerto gente boa e honesta.
Como não gosto de falar de borla, pedi a um amigo meu, farmacêutico, para visitar a sua farmácia. E, pelo menos essa, nada tem a ver com uma mercearia. E a especificidade de uma boa farmácia não se limita aos manipulados. Há muito mais. Basta olhar para o ecrã dos computadores das vendas.
É bom não esquecer que, para se julgar seja o que for, é necessário ouvir todas as partes envolvidas. E não só a propaganda demagógica e irresponsável deste Governo.


De maremoto a 29 de Maio de 2006 às 22:17
Na origem das farmácias está a manipulação dos produtos. É verdade. Mas isso hoje é passado.
O que acha mal, ou pelo menos pouco adequado é quando o negócio principal de uma farmácia é a venda de cosméticos em vez de medicamentos.
Vender medicamentos é um acto de responsabilidade, sem dúvida, não é bem como ir ao supermercado e tirar das prateleiras, deve haver aconselhamento, prudência, orientação.Para isso existe o director técnico e os farmacêuticos.
Outra coisa é o dono da farmácia. A pessoa que investe o seu dinheiro para retirar lucro, como em qualquer negócio.
Existe depois o negócio paralelo dos alvarás, ou dos trespasses, como a actividade é limitada (não podem existir duas farmácias lado a lado) esse valor sobe.
Podemos dizer que é um negócio "protegido", com regras que o valorizam económicamente, com clientes compulsivos, etc... de vigaristas não!


Comentar post

MAREMOTO
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


textos recentes

Coluna de Hércules

A mão que dá

os tempos

livraria do mondego

filho

Hoje é dia

a vida é bela

ritmo helicoidal

poema para minha mãe

contos e mais contos

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
a partir de:
28.03.2010