Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2007
referendo

A técnica é conhecida: gera-se a confusão e sai-se de mansinho como se nada fosse. Funciona sempre!

No caso do referendo , dito do aborto, a confusão está instalada. Já não se sabe o que significa a pergunta, nem em que é que se ira votar. Para complicar diz-se que o referendo não é vinculativo. Ora se não serve para nada....??? ou para muito pouco....abstenção!

Os argumentos de parte a parte têm sido falaciosos e de baixo truque. Não se procura esclarecer, mas sim ganhar adeptos. Mais uma vez grande questão é: que sociedade queremos? Com que padrões morais? Com que grau de liberdade? Com que sistema de igualdade ou desigualdade, entre classes sociais?

Educar, prevenir, responsabilizar, moralizar, edificar, melhorar, garantir, gerar qualidade ... parecem ser vocábulos, meras palavras. Para além das industrias e dos negócios associados ( onde se incluem os políticos e os vendedores de banha da cobra) alguém estará, verdadeiramente interessado na questão?

Tenho - muits - dúvidas.



carlos arinto maremoto às 09:35
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Fernando Vouga a 25 de Janeiro de 2007 às 11:27
É por isso que nem me darei ao trabalho de ir votar. Porque se trata de um referendo que não serve para nada. Com o "Sim" ou com o "Não", vai ficar tudo na mesma. As mulheres ricas vão poder fazê-lo em Portugal (se não se importarem de que se venha a saber mais dia menos dia, como tudo o que é segredo em Portugal), e as pobres vão ter de recorrer ao vão da escada.
A principal diferença residirá no facto de o Estado passar a arrecadar impostos pela actividade.
Entretanto, as esquerdas e a Igreja Católica vão aproveitando o ensejo para medirem forças. Mas isso é lá com eles.


De Tigelada a 31 de Janeiro de 2007 às 09:48
Àcerca deste assunto e sem chegar a questionar a questão moral acerca do sim ou do não aborto, eu só consigo fazer uma pergunta a que ainda ninguém me soube responder:

- se mais de metade das mulheres que aborta, o faz porque não tomou contraceptivos, ou porque os usou de forma errada, porque é que em vez de gastarem dinheiro em campanhas aborto ou antiaborto , não gastam em acções de divulgação de "1001 FORMAS DE NÃO FICAR GRÁVIDA"?!?


Comentar post

MAREMOTO
pesquisar
 
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


textos recentes

love is all you need

pisca-pisca

Macaréu

zunido

invisivel

retorno a Babel

Coluna de Hércules

A mão que dá

os tempos

livraria do mondego

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
a partir de:
28.03.2010