Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010
chove em Lisboa

Isto não é uma noticia, nem sequer uma novidade, mas é facto que amanheceu a chover em Lisboa.

Não é grave. Nem sequer é preciso andar de guarda-chuva. Afinal a dita cuja limita-se a molhar os tolos.

Não estava prevista pelos metereologistas, mas quem precisa deles quando os ventos e a chuva se impõem?

Felizmente que este "aguaceiro" é apenas para limpar os céus.

Na Madeira, a coisa fia mais fino, mas lá os bilros são outros.

Num livro sobre o cometa Halley leio que as chamadas "alterações climatéricas" do principio do século passado foram atribuidas ao cometa. Tal como agora são atribuidas à contaminação do ar, à ausência de reciclagem, ao aquecimento global, ao arrefecimento pontual, à desertificação e à impetuosidade dos elementos, aos gases, ao sal na comida, ao excesso de açucar no sangue, aos golos que não houve, às crises financeiras que se formam - certamente por causa de um qualquer anti-ciclone.

 

Afinal "havia outra" explicação.

Tudo está normal e em normalidade.

Do tempo - que estamos no tempo dele - à crise às explicações mais absurdas de um e de outro. À História.

Que não se repete, embora, às vezes, haja coincidências. Tal como as bruxas do halloween, que é ciencia e diversão importada dos paises novos, sem floresta negras e profundas, sem gnomos, sete anões, madames Mim, Harry Potter e ainda.... Hugo Chavez e José Sócrates.

 

No Brasil parece que o problema setá nas mulheres que não votam Dilma. ( é assim que o raio da gorducha, sempre a sorrir se chama?)

E na lider dos "verdes" que não lidera manadas. Diz ela. Que não tem vocação para cenoura. Digo eu.

Obama lhes valha. Amen.

 

 



carlos arinto maremoto às 08:47
link do post | comentar | favorito

MAREMOTO
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


textos recentes

Coluna de Hércules

A mão que dá

os tempos

livraria do mondego

filho

Hoje é dia

a vida é bela

ritmo helicoidal

poema para minha mãe

contos e mais contos

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
a partir de:
28.03.2010