Pequenas opiniões sobre quase tudo que servirão para quase nada
Terça-feira, 31 de Outubro de 2017
Pau de canela

terminal.jpg

 

A ideia tornara-se “espontânea” quando – já lá vão alguns anos – visitou o museu Picasso em Barcelona.

Encontrou o mesmo quadro repetido vezes sem conta, em tons de luz e cor diferentes.

Salas e salas.

Espaços quadrados, paredes altas, espaços em rectangulo, paredes baixas, janelas, luzes e tetos sem cor, chão branco.

Telas enormes, algumas em losango do chão ao alto com a ponta dobrada.

Quadrados pequenos, sem moldura, um, dois, muitos…Rectangulos de cima abaixo.

Telas, de uma mesma época, outros de épocas diferentes que repetiam o original, repetindo a cópia, multiplicando a soma multiplicada e tornada igual ou diferente, parecida ou semelhante. Diferente!

Mas o desenho de fundo, a intenção e a impressão que criavam sendo sempre o mesmo eram diferentes e assustadoras ou belas, não paravam de maravilhar o visitante.

Uma mesma criação, aperfeiçoada, aperfeiçoada, aperfeiçoada.

Ou simplesmente repetida.

Deveria ter vinte anos e nunca mais de esqueceu dos tons ocres, amarelos, roxos, vermelhos e azuis que viu.

Até ao infinito encontrou baços, brilhantes, lisos, empastelados, grumosos, transparentes, e todas as texturas brancas e negras, sarapintadas como lagartos ou flores á chuva.

Por isso,  a ideia de apenas escrever um livro, ficou!

Faria um original e depois actualizações: cópias com palavras diferentes, palavras iguais para dizer outra coisa, as mesmas para dizer coisa diferente.

Um livro seria suficiente. Não havia muito mais a dizer.

Não ganharia qualquer prémio, mas isso não importava.

E foi assim que começou a saga de Américo de Deus Barroso, funcionário do Estado, escritor nas horas vagas e consumidor de literatura.

Lera os clássicos,  por obrigação. Lera os modernos e os “grandes”, mas…não desistira da ideia, que os amigos consideravam de pouco nexo.

Por isso passou a vida a escrever.

Ou a rescrever, a inventar a escrita, a simular uma forma de comunicação que ficasse registada em símbolos, alfabetos, emaranhados de planton, desenhos em arabescos ou rabiscos.

Em riscos.

(to go on) noutra ocasião



carlos arinto maremoto às 19:04
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

MAREMOTO
pesquisar
 
Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29


textos recentes

reflexo matinal

assombração

Ladrão de mim

motivos

O tempo no presente

vento que flui

escrito

amanhã

Ser outro

viajem a Lisboa

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Janeiro 2014

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

tags

todas as tags

links
a partir de:
28.03.2010